Honra Germânica

“Honra” é uma palavra complicada. Nós a entendemos como ela é atualmente entendida, a menos que nos dediquemos – muito – a estudar como a honra foi vivenciada entre os antigos. Se não a reduzimos apenas a algo como uma espécie de pureza de espírito, coragem, virtude.

Só que honra não é apenas isso. Honra é, acima de tudo, lealdade ao seu ætt ou cynn (no caso dos antigos, a família). Honra é dedicação ao seu innangarðr – o seu círculo familiar ou tribo. Honra significa: se alguém machucou alguém da minha tribo, ela pagará o preço, e por isso no mundo dos antigos heathens germânicos tribais honra e vingança estavam tão interligadas. Mas honra também é todo um conjunto de qualidades tribais que melhoram e aumentam a admiração e o respeito a que você faz jus.

Esse respeito é duplamente externo. Primeiro, a honra emana do ætt, já que seus atributos são dividuais e não individuais. Isso significa que se você for o maior herói da história, mas vem de um ætt conhecido por ser corrupto, parabéns, você só é mais um corrupto. Neste ponto, honra se mistura com a fama tribal: dada de maneira interna e externa, por amigos e por estranhos. A honra é da tribo, não dos membros tomados separadamente.

Cada membro se torna o espelho da tribo, e a tribo, o espelho de seus indivíduos. Além disso, a honra está ligada à reputação. Isso significa que quem diz se você é honrado não é o seu “eu”, mas o outro. A honra é uma virtude que só se dá em oposição perante o outro. Não existe honra auto-atribuída para o mundo dos antigos heathens.

Honra, sorte, mæġen e fama estão plenamente interligadas. A fama e a honra dão sorte e mæġen para o indivíduo e para o seu ætt, o fortalecendo. Com honra, sorte e mæġen é possível se relacionar em bons termos e boas posições, tanto entre outras comunidades humanas, como com os ancestrais e vættir, bem como com divindades. Nenhuma dessas quatro relações possui menos importância que a outra.

A honra significa, assim, acima de tudo, uma espécie de proteção com um brilho que ofusca os olhos dos lobos do útangarðr – o meio externo ao innangarðr, no qual a lei do ætt não é reconhecida. A honra é a própria alma do ætt, sua razão de existência. Sem o respeito à honra o ætt é apenas um amontoado desorganizado de pessoas que jamais poderá alcançar a friðr, isto é, a paz, a plenitude da existência enquanto grupo. E a friðr é o objetivo para o qual o heathen tribal e o seu ætt se direcionam.

Anúncios