Tribalismo

O heathen tribal age de acordo com as virtudes de sua tribo, e essas nos tempos antigos eram decididas através das þings, as assembleias de homens livres. O coletivo não é assim algo que o reprime e no que o membro da tribo perde a identidade, a tribo fornece a ele proteção, amizade, lealdade, um código de conduta e lei. E ele devolve a lealdade, proteção e amizade para o coletivo, mas não um coletivo abstrato. A tribo é moldada pela vontade de um e de todos. A vontade é gerada pela identificação entre os interesses de cada um com os outros membros.

A tribo reconhece sua autonomia em relação ao meio externo, seu útangarðr. Mas dentro do seu convívio interno a verdade e lealdade devem prevalecer. Ninguém pode dar mais de si do que os outros, e isso não é possível numa sociedade globalizada, apenas no seio de uma família, uma tribo, ou qualquer grupo onde o innangarðr (círculo que delimita material e socialmente a comunidade tribal) fique claramente demarcado com seus membros, þēaw (costumes, ética, valores) e leis.

Quando um se esforça mais que os demais isso gera oportunistas e aproveitadores. Por isso a lealdade e respeito interno são tão importantes. Sem nenhum laço, os menos proficientes se aproveitam do trabalho de uns, e os tiranos acabam com a liberdade de todos.

Como vemos, o tribalismo não pode ser encaixado em políticas modernas de direita ou esquerda, aos olhos da direita ele é esquerdista, aos da esquerda, ele é de direita. Isso porque o tribalismo busca o equilíbrio entre o que chamamos de indivíduo (na verdade aqui um divíduo, um membro da personalidade tribal) e seu meio social, sua tribo. Nem a sociabilidade forçada e nem o individualismo cego interessam para a tribo. A sociabilidade forçada a dissolve na massa da sociedade capitalista ou clama por uma utopia universalista, ambos descaracterizadores da tribo. O individualismo destrói o espírito e relacionamentos da tribo e sua conexão com os espíritos familiares e os da terra.

O tribalismo busca assim, sem nenhuma fome revolucionária, proporcionar aos que interessem assim se organizar, uma forma de recuperar valores perdidos pela humanidade nos tempos modernos. Seus objetivos são nobres, mas nem de longe fáceis. Todavia seus frutos podem ser imensamente gratificantes.

Uma abordagem da Heathenry tribalista já é tentada por vários grupos fora do Brasil. É a partir dessas experiências que traremos ideias e fatos que ajudem a propiciar o tribalismo heathen em nosso país.